02/01/17

Olá 2017

Estou espreitando devagarinho... é que ainda me lembro de 2016, o pior ano da minha vida.

Foi mau, foi mau a tantos níveis que as coisas boas contam-se pelos dedos duma mão. 
São 5 dedos, são 5 coisas boas. 
Não quero mais lembrar-me que semelhante ano existiu. Fora com 2016 para sempre.

Olá 2017, aqui estou eu! Cheia de energia e esperança porque pior do que passei, acho difícil passar pior... mas, a vida é assim. Às vezes. Sempre. Às vezes parece para sempre.

Perdi o maior amor da minha vida mas descobri o meu limite. Afinal tenho limite. Tenho limites. Tenho uma red line tão vincada que não percebo como não a vi. Por um lado ainda bem que não a vi antes, mas por outro lado ainda bem que finalmente a conheço. Sou eu e o meu limite.

O pior para mim foi o reconhecer que não pertenço nem nunca pertenci ao que se me apresentou como "meu adquirido". Não reconheço e não quero. Foi um esforço inglório tentar a pretensa e como sou teimosa, teimei e teimei até se me aparecer o limite, o meu limite. Percebi, também, que os limites servem para nos reconstruir. O que fazer agora? O que fazer com a inexistência lúcida da não pretensa?

Não sei. Só sei que agora sou eu, finalmente!

Olá 2017, aqui vou eu mais perto de mim mesma.

E para começar a palhaçada inerente a este cantinho, aqui vos mostro um jogo que nasceu no mesmo ano que eu:
... afinal tem a ver com álcool
bjs para todos e um excelente 2017
MB


22/05/16

My own private antipathy

Para esclarecimento ou relembrança, o lema da Beyoncé é: "apoiar e inspirar mulheres", basta-nos lembrar a letra "Run the World (girls)", em que num dos versos ela chega mesmo a perguntar quem manda no mundo e responde, as mulheres. Isto para dizer que esta senhora prega pelo mundo uma cambada de hipocrisia acompanhada de demagogia "feita à maneira" como diziam os outros, senão como se entende que esta selvagem, pague 111€ por mês aos empregados contando com 10 horas laborais diárias mais horas extras? 

Como? Mais uma que se vendeu ao capitalismo selvagem, em vez e, com o dinheiro que tem, pelo menos, tratar bem os próprios empregados. Enfim, mais um ódio de estimação aqui prá menina.

Beyoncé, vai dar graxa ao cágado que por aqui já nos chega!

21/03/16

Uma desgraça nunca vem só...

além da cara de tótó, tens o tronco
maior que as pernas
sua Gollum invejosa, e se os metesses no c##%&$/=)(?,
para quem não gosta,
andas sempre com eles nas mãos
is a zombie? is a airplane? no, is an allien
Os nomes dos filhos deste casal são todos
uma homenagem ao "My Litle Pony", senão vejamos:

filha de 14 anos - Poppy Honey Rosie.
filha de 12 anos - Daisy Boo Pamela.
filha de 6 anos - Petal Blossom Rainbow.

e o mai novo  Buddy Bear Maurice
from: mailonline

14/03/16

Palavras para quê... os artistas são portugueses... acho

O que dizer... tanto, que nem sei por onde começar... a MMGuedes mais parece uma boneca insuflável ... o que queres sei eu... a sério... este ser será que tens amigos...? não deve ter, senão já lhe tinham dito para nunca abrir a boca... já o outro que se armou em engraçadinho... diz quem viu que o sr foi parar ao hospital com um problema grave na coluna... e no olho do cu... com a força que fez, acham que caiu... não improvisem, joguem simples que já não têm idade para tanta aberração. Please! 

03/03/16

Mais uma portuguesa nas bocas da américa... e esta não é pelas melhores razões


O que estas malucas fazem pela imagem...
ainda por cima uma imagem duvidosa...
ainda por cima a criança deve ter nascido em pose acrobática,
dizem que foi um regabofe para endireitar a criança
resultado foste gozada além fronteiras
ainda por cima até foste gozada pela Ellen Degeneres
Enfim, és uma palhaça que devia parir bonecos articulados em vez de bebés....